• Icone Search
  • Diretoria, Conselhos e Comitês

    Conselho de Administração

    O Conselho de Administração da Triunfo é o seu órgão de deliberação colegiada, responsável pelo estabelecimento das políticas e diretrizes gerais de negócio, incluindo a sua estratégia de longo prazo, o controle e a fiscalização do desempenho da Companhia. É responsável, também, dentre outras atribuições, pela supervisão da gestão dos Diretores da Triunfo.

    Segundo o Regulamento do Novo Mercado e o Estatuto Social da Companhia, o Conselho de Administração da Companhia será composto por, no mínimo, 20% de conselheiros independentes. Os membros do Conselho de Administração possuem mandato unificado de dois anos, podendo ser reeleitos. A posse dos membros do Conselho de Administração estará condicionada à prévia subscrição do Termo de Anuência dos Administradores previsto no Regulamento do Novo Mercado.

    O Conselho de Administração da Triunfo reúne-se, ordinariamente, quatro vezes por ano e, extraordinariamente, sempre que o interesse social assim o exigir, mediante convocação por escrito de seu Presidente, pela maioria de seus membros ou pelo Diretor Presidente, com antecedência mínima de oito dias e com apresentação da pauta dos assuntos a serem tratados. Em caráter de urgência, as reuniões do Conselho de Administração poderão ser convocadas por seu Presidente sem a observância do prazo acima, desde que inequivocamente cientes todos os demais integrantes do Conselho. As reuniões do Conselho de Administração somente se instalarão com a presença da maioria de seus membros em exercício, sendo que qualquer deliberação deverá ser tomada mediante o voto favorável da maioria dos presentes.

    A Assembléia Geral determinará, pelo voto da maioria absoluta, não se computando os votos em branco, previamente à sua eleição, o número de cargos de membro do Conselho de Administração da Companhia a serem preenchidos em cada exercício, observado o mínimo de cinco membros. A Lei das Sociedades por Ações, combinada com a Instrução CVM nº 282, de 26 de junho de 1998, permite a adoção do processo de voto múltiplo, mediante requerimento por acionistas que representem, no mínimo, 5% do capital social votante da Triunfo.

    Além disso, segundo a Lei das Sociedades por Ações, os acionistas que juntos detenham pelo menos 15% do capital votante de uma companhia, por pelo menos três meses, têm o direito de eleger, em votação em separado, um membro do Conselho de Administração e seu respectivo suplente.

    Membros do Conselho de Administração Cargo Data de Eleição Término do Mandato
    João Villar Garcia Presidente do Conselho Abril/2019 Agosto/2021
    Nascido em 07 de julho de 1951, graduou-se como engenheiro civil pela Escola de Engenharia de Lins/SP. Atuou como diretor da C.R. Almeida S.A. Desde 1985 é acionista da Construtora Triunfo. Atualmente é acionista e membro do Conselho de Administração da Companhia.
    Leonardo de Almeida Aguiar Membro Titular Abril/2019 Agosto/2021
    Nascido em 27 de dezembro de 1969, graduou-se como Engenheiro Civil, na Escola de Engenharia de Lins. Entre 1995-1996, atuou na STU – Servicios Tecnicos Urbanos, Madrid, na Espanha, como técnico da área de concessão de serviços públicos de água, lixo , geração alternativa de energia. Atua como engenheiro na Construtora Triunfo, desde 1996, tendo participado de diversos empreendimentos como: Duplicação da Br 38, entre Belo Horizonte e São Paulo, Construção da Fabrica de Caminhões da Volkswagen em Resende, RJ, reforma das estações da CPTM Lapa e Franco da Rocha, em São Paulo, construção da hidrelétrica de Itiquira, no Mato Grosso. Em 1999, foi nomeado supervisor regional da Construtora Triunfo, cargo que exerceu até 2005. Atualmente exerce o cargo de gerente comercial da Construtora Triunfo, nas regionais de São Paulo e Brasília.
    Ricardo Stabille Piovezan Membro Titular Abril/2019 Agosto/2021
    Nascido em 16 de março de 1974, graduou-se em Ciência Econômicas pela Universidade de Cuiabá (UNIC) em Mato Grosso, possui pós-graduação em Controladoria pela também pela UNIC e MBA em Finanças pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Desde 1988 trabalha em empresas ligadas ao Grupo Triunfo na área Administrativo-Financeira. Até o início de 2008 atuou como diretor de relação com investidores da Concessionária Porto Alegre-Osório (Concepa).
    Antônio José Monteiro da Fonseca de Queiroz Membro Titular Abril/2019 Agosto/2021
    Nascido em 14 de Julho de 1957, graduou-se como Administrador de Empresas pelas Faculdades Integradas de Marilia em São Paulo. Integrou a Diretoria e o Conselho de Administração da CONSTRUTORA TRIUNFO S/A de 1981 a 2007. Participou ainda da fundação e foi membro dos Conselhos de Administração das empresas CONCEPA, CONCER, ECONORTE, ELEJOR, PORTONAVE e RIO VERDE ENERGIA. Participou ainda da fundação da TPI e coordenou todo o processo de abertura de capital da mesma. É acionista e Diretor Executivo da THP acionista controladora da TPI.
    Amin Alves Murad Conselheiro Independente Abril/2019 Agosto/2021
    Amin Alves Murad, Nascido em 06 de março de 1960, graduou-se em Engenharia Mecânica pela Universidade Santa Úrsula e possui MBA em Administração Financeira pela Citimaster, Citibank. Em 1992 Realizou curso sobre Controle de Qualidade Total (TQC) na JUSE, Japão, em 2001 prestou o Treinamento de Relações com Imprensa da FSB e em 2002 realizou o curso de Predictive Index na empresa Arquitetura Humana. Atuou como Gerente de Controle da Corretora BBM e Gerente Administrativo do Banco BBM até 1989, e como Diretor Presidente e Conselheiro das empresas: Engepack Embalagens S.A., Pronor Petroquímica S.A., Nitrocarbono S.A. e apenas como Conselheiro das empresas: Latapack Ball S.A., Norquisa, Policarbonatos do Brasil S.A. até 1999. De 1995 a 1998 atuou como Diretor no Sindicato das Indústrias Petroquímicas do Estado da Bahia. Atuou como Diretor Presidente no Grupo Lachmann de 2000 a 2004, e Diretor do Sindicato Nacional das Empresas de Navegação Marítima entre 2001 e 2007. Atua como Sócio Gestor da AAM Nova Consultoria e Participações Ltda de 1999 a 2016. De 2006 a 2010, atuou como Diretor Presidente da SuperVia Concessionária de Transporte Ferroviário S.A., e como Diretor de Operações na Concessionária Porto Novo S.A. de 2010 a 2012. Atuou como Conselheiro Independente da CR2 Empreendimento Imobiliários S.A. de 2012 a 2015. Atualmente atua na área de Coordenação da Recuperação Judicial das empresas do Grupo GPC (GPC Participações, Apolo Tubos e GPC Química) desde 2012 e na área de Coordenação da Recuperação Judicial da Oriente Construção Civil Ltda no Grupo Oriente desde 2015. É Conselheiro das empresas Apolo Tubulars e Companhia Petroquímica do Nordeste (Copenor) desde 2012.
    Gustavo de Pinho Gato Conselheiro Independente Abril/2019 Agosto/2021
    Nascido em 09 de junho de 1984, graduou-se como Economista pela Faculdade de Campinas, possui mais de 10 anos de experiência no mercado financeiro, principalmente na área de gestão de ativos. Atualmente ele trabalha na Explorador Capital Management, LLC. Gustavo ainda possui experiência como consultor estratégico tendo trabalhado na McKinsey & Co e Monitor Group.

    Diretoria Executiva

    Os Diretores da Triunfo são responsáveis pela prática dos seus negócios em geral e de todos os atos necessários ou adequados, assim como pela execução das deliberações do Conselho de Administração da Companhia. Os diretores têm responsabilidades pessoais e são nomeados pelo Conselho de Administração para um mandato unificado de dois anos, podendo ser reeleitos.

    A posse dos membros da Diretoria da Triunfo estará condicionada à prévia subscrição do Termo de Anuência dos Administradores previsto no Regulamento do Novo Mercado.

     

    Diretores Cargo Data de Eleição Término do Mandato
    Carlo Alberto Bottarelli Diretor Presidente Maio/2019 Maio/2021
    Nascido em 13 de agosto de 1953, graduou-se como Engenheiro Civil pela Universidade Federal do Paraná e obteve pós-graduação em administração de empresas pelo CDE da Faculdade Católica de Administração e Economia. Entre 1978 e 2003, atuou como engenheiro residente pela Ivaí Engenharia de Obras S.A. que atua no segmento de construção civil de grandes empreendimentos. Foi superintendente de obras no Estado do Paraná. Na Ivaí Engenharia de Obras S.A. foi responsável pela diretoria operacional e diretoria de desenvolvimento. Atua desde de 2003 na Triunfo Participações e Investimentos S.A., exercendo diversas funções ligadas aos processos decisórios e estratégicos da Companhia. Atuou como presidente do Conselho de Administração durante a abertura de capital e como Diretor de Desenvolvimento de Novos Negócios estruturou o projeto de viabilidade econômica e financeira do Terminal Portuário de Navegantes. Foi nomeado diretor de Relações com Investidores logo após a conclusão do IPO permanecendo no cargo até 2009. Exerce a função de CEO da Companhia desde 2005 e Diretor de Relações com Investidores desde fevereiro de 2018. Carlo atua como conselheiro nas seguintes coligadas/controladas: Aeroportos Brasil S.A., Aeroportos Brasil – Viracopos S.A., Concessionária da Rodovia Osório Porto Alegre – CONCEPA, Companhia de Concessão Rodoviária Juiz de Fora – RIO (CONCER), Empresa Concessionária de Rodovias do Norte S.A. – ECONORTE, Maestra Navageção e Logística S.A., NTL – Nevagação e Logística S.A., PORTONAVE S.A. – Terminais Portuários de Navegantes, Rio Canoas Energia S.A., Rio Verde Energia S.A., TNE – Triunfo Negócios de Energia S.A., Vessel – LOG Companhia Brasileira de Navegação e Logística e Concebra – Concessionária das Rodovias Centrais do Brasil S.A..
    Marcos Paulo Fernandes Pereira Diretor Administrativo-Financeiro Maio/2019 Maio/2021
    Marcos Paulo Fernandes Pereira, nascido em 1979, é formado em Ciências Econômicas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Com mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro, trabalhou em grandes instituições como Socopa, HSBC, Fator e Votorantim como analista de valores mobiliários, e também em posições de destaque como analista chefe de diversos segmentos da economia, dentre eles: petróleo e petroquímico, imobiliário, shopping center, papel e celulose e biocombustíveis. Participou diretamente na colocação de diversos IPOs e follow-ons como OGX, MRV, Petrobras, PDG, Tecnisa, entre outros e juntou-se à Triunfo Participações e Investimentos em 2012, como gerente de relações com investidores. Em 2014, acumulou a função de gerente financeiro, atuando ativamente no relacionamento com analistas e investidores da companhia, bem como na emissão de dívidas tanto da Triunfo Participações quanto de suas investidas. Atua como Diretor Administrativo Financeiro e de Relações com Investidores da controlada Transbrasiliana Controlada de Rodovia S.A.
    Roberto Solheid da Costa de Carvalho Diretor de Relações com Investidores Abril/2020 Maio/2021
    Roberto Solheid da Costa de Carvalho graduou-se como Economista pela Faculdade de Administração e Economia do Paraná. Entre 2007 e 2014, atuou como Gerente Administrativo na Construtora Triunfo S.A. nas áreas de transporte, compras, equipamentos e frota. De 2014 a 2018 atuou como Diretor Financeiro da mesma companhia, tendo sido também membro do Conselho de Administração da Triunfo entre os anos de 2019 e 2020.
    Dorival Pagani Junior Diretor de Desenvolvimento de Negócios Maio/2019 Maio/2021
    Nascido em 1974, engenheiro civil pela UEL – Universidade Estadual de Londrina, pós-graduado em administração financeira, contábil e controladoria pela INBRAPE e MBA em gestão empresarial pela FGV. Já está no grupo desde 1998 e ingressou na TPI em 2007, onde participou do IPO da Companhia e de licitações de concessões rodoviárias. Em 2008 foi CEO da Triunfo Convale (Rodovia Ayrton Senna/Carvalho Pinto) e em 2009 CEO da TACS – Triunfo Administradora e Corretora de Seguros. Em 2011 assumiu a Diretoria de Novos Negócios e liderou a estruturação das concessões do Aeroporto de Viracopos e da Triunfo Concebra (1.176,5 km das Rodovias BR-060/153/060). Em 2014 foi Diretor de Engenharia da Triunfo Concebra, onde estruturou equipe e processos e negociou os contratos de construção da rodovia. Depois retornou à diretoria da TPI para fazer M&A da Transbrasiliana, tendo atuado como CEO da concessionária de 2015 a 2018, sendo que em 2017 acumulou a posição de CFO. Desde junho de 2018 assumiu novamente a diretoria de Desenvolvimento de Negócios da TPI, com missão de desenvolver o projeto do Terminal Portuário Brites em Santos. Não atua na administração de nenhuma outra sociedade sob o mesmo controle da Companhia.

    Conselho Fiscal

    De acordo com a Lei das Sociedades por Ações, o Conselho Fiscal é um órgão independente da administração e da auditoria externa da Companhia. A responsabilidade principal do Conselho Fiscal é fiscalizar os atos dos administradores e analisar as demonstrações financeiras, relatando suas observações aos acionistas.

    O Conselho Fiscal da Triunfo é de caráter não permanente, mas pode ser instalado em qualquer exercício social nos termos da legislação vigente, sendo seus membros eleitos pela Assembléia Geral. Sempre que instalado será constituído por três membros efetivos e igual número de suplentes, acionistas ou não, vinculados a Conselheiros efetivos específicos, acionistas ou não. Nos termos da Lei das Sociedades por Ações, quando seu funcionamento não for permanente, o Conselho Fiscal poderá ser instalado pela Assembléia Geral, a pedido de acionistas que representem, no mínimo, 10% das ações ordinárias, com mandato até a primeira Assembléia Geral Ordinária seguinte à sua instalação. A posse dos membros do Conselho Fiscal estará condicionada à prévia assinatura do Termo de Anuência dos membros do Conselho Fiscal previsto no Regulamento do Novo Mercado.

    Adicionalmente, acionistas minoritários que representem, no mínimo, 10% das ações da Triunfo, também têm direito de eleger separadamente um membro do Conselho Fiscal e seu suplente. O Conselho Fiscal não pode ter membros que façam parte do Conselho de Administração, da Diretoria ou do quadro de empregados da Triunfo ou do quadro de empregados de uma empresa controlada ou de uma empresa do mesmo grupo, tampouco um cônjuge ou parente dos administradores da Companhia. Além disso, a Lei das Sociedades por Ações exige que os membros do Conselho Fiscal recebam, a título de remuneração, no mínimo, 10% da média da remuneração paga aos Diretores, excluindo benefícios, verbas de representação e participações nos lucros e resultados.

    Na assembléia Geral realizada no dia 24/04/2011, foi instaurado o Conselho Fiscal da Triunfo.

    Membros do Conselho Fiscal Cargo Data de Eleição Término do Mandato
    Paulo Roberto Franceschi Membro Titular Abril/2020 Abril/2021
    Graduado em Ciências Econômicas pela FAE Business School e Ciências Contábeis pela Fundação de Estudos Sociais do Paraná. Atua como Sócio da AUDICONTROL Auditoria e Controle desde 1995. Participa do conselho fiscal das seguintes empresas: Bematech S.A., Equatorial Energia S.A., Redentor Energia S.A., e empresa do ramo químico cujo capital é fechado. Atuou no conselho econômico da Mitra da Arquidiocese de Curitiba entre 2005 e 2010, no Comitê de Auditoria, como órgão de assessoria ao Conselho de Administração da Positivo Informática S.A., Conselho Executivo de empresa familiar- sociedade de capital fechado, há 10 anos.
    Vanderlei Dominguez da Rosa Membro Titular Abril/2020 Abril/2021
    Vanderlei Dominguez da Rosa, graduou-se como contador, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atua como sócio-executivo da empresa HB Audit – Auditores Independentes S.S., desde janeiro de 1994, sendo que atua na firma desde dezembro de 1988, onde sua principal função é a de executar, revisar e supervisionar os trabalhos de auditoria independente e é responsável técnico perante a Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Atualmente como Conselheiro Fiscal Titular das companhias: Triunfo Participações e Investimentos S.A., Odontoprev S.A. e Tegma Gestão Logística S.A., e como Conselheiro Fiscal Suplente da Idéiasnet S.A.e da Padtec S.A. Atuou como membro do conselheiro fiscal de outras companhias como por exemplo: Inepar S.A. Indústria e Construções, Brasil Ferrovias S.A., Ferrovias Bandeirantes S.A., Marisol S.A., Tupy S.A., Trafo Equipamentos Elétricos S.A. e Bematech S.A.
    Bruno Shigueyoshi Oshiro Membro Titular Abril/2020 Abril/2021
    Graduado em Ciências Contábeis com ênfase em Sistemas pela FASP em 1991. Experiência de quase 20 anos na área auditoria adquirida em empresas de primeira linha como Trevisan Auditores Independentes (julho de 1992 a janeiro de 1998) e Nexia Villas Rodil Auditores Independentes (janeiro de 1998 a fevereiro de 2009). Experiência de 4 anos na área de controladoria (contabilidade e controle orçamentário), adquirida em empresas do Grupo Ultra. Sócio de escritórios contábeis no período de março de 2010 a maio de 2016. Profundo conhecimento de auditoria e contabilidade de indústrias, prestadoras de serviços, empresas de arrendamento mercantil, corretoras e seguradoras. Forte conhecimento dos aspectos relacionados à área fiscal e tributária.
    Ricardo Bertucci Membro Suplente Abril/2020 Abril/2021
    Nascido em 02 de agosto de 1977, graduou-se em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Paraná e possui Pós-Graduação pela FAE Business School em Curitiba/PR. Sócio da AUDICONTROL Auditoria e Controle, escritório de auditoria independente e consultoria nas áreas contábil e fiscal, desde 2011. Vivência na área contábil à mais de 20 anos, sendo que desde o ano de 2000 atua na área de auditoria e consultoria. Foi Conselheiro Fiscal suplente da Tijoá – Tijoá Participações e Investimentos S.A, Equatorial Energia S.A., Celpa – Centrais Elétricas do Pará S.A. e CSE Energia – Centro de Soluções Estratégicas S.A, e atualmente é Conselheiro Fiscal Suplente da Sanepar – Companhia de Saneamento do Paraná.
    Moacir Gibur Membro Suplente Abril/2020 Abril/2021
    Moacir Gibur, possui Bacharel em Ciências Contábeis pela Sociedade Educacional Tuiuti do Paraná, trabalhando desde 2001 como sócio da Audicontrol Auditoria e Controle tendo como responsabilidade a condução estratégia do negócio, responsabilidade técnica dos trabalhos em conjunto com os demais sócios, e a administração geral da empresa. O Sr. Moacir é ex membro de Conselho Fiscal, da empresa SIDERQUIMICA S.A. e foi suplente de conselho fiscal das empresas: Centrais Elétricas do Para S.A., Cia Energética do Maranhão S.A e Equatorial Energia S.A., do período de 2015 a 2016, tendo exercido a função de conselheiro efetivo num período de seis meses.
    Evandro Ferreira de Oliveira Membro Suplente Abril/2020 Abril/2021
    Nascido em 19 de agosto de 1982, graduou-se em Ciências Contábeis pela Universidade São Judas Tadeu e possui MBA em Controladoria pelo Centro Universitário Nove de Julho. Sócio contador da Bertola e Associados Contabilidade desde 02/2008, empresa de médio porte atuante no mercado de outsourcing desde 1996. Nesta Companhia sendo responsável pela área contábil e fiscal de clientes de médio e grande porte, nacionais e internacionais atuantes em diversos segmentos de mercado.

    Comitês

    A Companhia possui um amplo processo de revisão da matriz de riscos e oportunidades de seus negócios. Liderado pela Diretoria Executiva, sob supervisão do Conselho de Administração, esse processo segue um novo fluxo de gestão, que exige das empresas coligadas reporte periódico sobre o tema ao Conselho de Administração da Companhia. A estrutura de governança da Companhia inclui também os seguintes comitês não estatutários:

    • Comitê de Sustentabilidade, vinculado ao Conselho de Administração, cujo regimento teve a sua última versão aprovada em Reunião do Conselho de Administração realizada já no dia 8 de maio de 2019, tendo como objetivo estimular e criar mecanismos para integrar a sustentabilidade à cultura organizacional da Triunfo, por meio de planejamento e proposição de ações nas dimensões econômica, ambiental e social, com base nas melhores práticas de governança corporativa.
    • Comitê de Integridade, cujo regimento foi aprovado por seus membros em 10 de dezembro de 2015, tendo como suas atribuições fomentar e monitorar a execução do Programa de Integridade Triunfo, além de deliberar sobre situações de descumprimento aos normativos internos das empresas Triunfo, tais como Código de Conduta e Política Anticorrupção.